Concepção e práticas de gestão escolar democrática da Escola Padre Antônio Barbosa – Lajedo, Pernambuco– Brasil

Walkiria de Fatima Tavares de Almeida, Daniel González González

Resumen


A pesquisa teve como objetivo a análise das concepções e práticas de gestão escolar democrática na Escola Padre Antônio Barbosa na cidade de Lajedo – PE. A relevância deste estudo voltou-se para a escola que se diz democrática, se a mesma permite a participação de todos os seus agentes na tomada de decisão. Optou-se pela abordagem qualitativa, porque segundo Sampieri (2010) busca compreender os fenômenos e interpretar os dados com maior amplitude e clareza. A metodologia deu-se em quatro momentos, o primeiro voltou-se para leitura crítico-reflexivo de teóricos sobre as categorias trabalhadas; em seguida passou-se à parte empírica da pesquisa, fazendo-se uma leitura crítica do Projeto Político Pedagógico. Logo após, aplicou-se um questionário com os participantes e por último analisou-se os dados no qual constata-se que a gestão escolar ainda não tem permitido uma maior participação na tomada de decisão das práticas escolares.


Palabras clave


Educação de Jovens e Adultos; Gestão Democrática; Projeto Político Pedagógico

Citas


Abranches, M. A. (2013). Colegiado escolar: espaço de participação da comunidade. São Paulo: Ed. Cortez.

Bernardim, M. L. (2006). Da escolaridade tardia à educação necessária: estudo das contradições na EJA em Guarapuava-PR. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Brasil.

Constituição da República Federativa do Brasil. Senado Federal. Brasília, Brasil. 2008.

Lei 9394/96 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasilia, Brasil. 1996

Capra, F. (1996). A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. São Paulo: Cultrix.

Fernandes, L. (2003). Gestão escolar democrática: a perspectiva dos dirigentes escolares da rede municipal de Goiânia. Goiânia: Alternativa.

Durkheim, E. (1985). Educación y pedagogía. Ensayos y controversias. Buenos Aires: Losada.

Gadotti, M. (2014). Gestão Democrática da Educação com Participação Popular no Planejamento e na Organização da Educação Nacional. Disponível em: http://conae2014.mec.gov.br/images/pdf/artigo_moacir_gadotti.pdf. Acesso em 19 set. 2017.

Gil, A. C. (2008). Como elaborar projetos de pesquisa 4. ed. São Paulo: Atlas.

Lück, H. (2005). Gestão educacional: uma questão paradigmática. Petrópolis: Vozes.

Rosa, L. (2012). A descentralização da gestão escolar e a formação de uma cultura democrática nas escolas públicas. Recife: Ed. Universitária da UFPE.

Oliveira, M. T. C. (2014). A LDB e o contexto nacional: o papel dos partidos políticos na elaboração dos projetos- 1988 a 1996. Anais do IV Seminário Nacional. Universidade Estadual de Campinas

Paro, V. H. (1997). A educação, a política e a administração: reflexões sobre a prática do diretor de escola. São Paulo: Educação e Pesquisa, v. 36 (3), 763-778

Paro, V. H. (2007). Gestão escolar, democracia e qualidade do ensino. São Paulo: Ática,

Piletti, C. (2013). Didática Geral 23. ed. São Paulo, SP: Ática.

Ponce, A., P. F. e Pereira, J. (1994). Educação e luta de classes. 13. ed. São Paulo: Cortez.

Ripper, A. V. (1994). O preparo do professor para as novas tecnologias. Em: Oliveira, V. B. Informática em Psicopedagogia. São Paulo: Editora SENAC, 55-84.

Silva, A. N. (1987). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas.

Alencastro, I. P. (2003). Inovações e projeto político-pedagógico: Uma relação regulatória ou emancipatória? Caderno CEDES, v. 23 (61), 26.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Dirección de Investigación y Proyectos
Universidad Autónoma de Asunción

Jejui 667 entre O´Leary y 15 de Agosto