Os Resultados do Indice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB 2009/2015 mediante a aplicação do “Projeto Escola Eficiente: Ler e Escrever para Protagonizar” em Mauriti – Ceara, Brasil

Maria Dulcicleide Braga Leite

Resumen


O principal objetivo desse estudo foi analisar os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica - IDEB 2009 a 2015, em termos da eficiência do “Projeto Escola Eficiente: Ler e Escrever para protagonizar”. Realizou-se uma pesquisa mista, descritiva, comparativa, que se estabelece com base nos dados coletados pela técnica de análise documental, sendo os dados fornecidos pelo IDEB. Analisou-se os resultados mediante os objetivos do referido Projeto a partir do caderno de notas. Descreveu-se e comparou-se os resultados lançados pelo IDEB referente aos alunos de escolas municipais Mauriti - Ceará. Verificou-se que o desenvolvimento desse projeto gerou significativo aumento do índice do IDEB das escolas investigadas com o domínio do Português, cujas atividades foram alcançadas satisfatoriamente pelos alunos. A aplicação e desenvolvimento do Projeto coincidem com o período de maior desempenho no idioma Português, que lança o IDEB, cujos atores estudados julgam benéficas as atividades do Projeto.


Palabras clave


Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, Resultados, Desempenho

Citas


Ministerio da Educaçâo Brasil. (2016). Avaliação começa nessa segunda em todo o Brasil. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2017.

Governo do Brasil. INEP apresenta resultados da Prova Brasil 2017. Disponível em: . Acesso em: 14 mar. 2017.

Secretaria de Educaçâo Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (1997). Língua Portuguesa: Ensino de primeira à quarta série. Brasil/MEC.

Secretaria de Educaçâo Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. (1997). Língua Portuguesa. Nível Médio. Brasília: MEC.

Campos, E. A importância da parceria família e escola. Equipe Brasil Escola. Disponível em: . Acesso em: 29 mar. 2010.

Chalita, G. (2001). A didática tem que ser envolvente: para melhor educar o professor deve aproximar-se do universo do aluno. Revista Veja Jovens. Disponível em: . Acesso em: 24 mar. 2010.

Educar para crescer. (Sin Fecha). Qual a nota de sua escola? Disponível em: . Acesso em: 29 jan. 2010.

Fachin, O. (2005). Fundamentos de Metodologia. 4 ed. Sao Paulo: Saraiva.

Freire, P. (1996). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Editora Paz e Terra.

Governo Municipal de Mauriti. (2010). Mauriti: Informações Gerais. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2010.

Heidrich, G. Chegou a hora da Prova Brasil. Revista Escola. Disponível em: . Acesso em: 02 fev. 2010.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. (s/d). Organização das provas. Disponível em:. Acesso em: 29 jan. 2010.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. (s/d). Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica – SAEB. Disponível em . Acesso em: 29 jan. 2010.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira. Projeto Escola Eficiente: ler e escrever para protagonizar. Disponível em . Acesso em: 04 fev. 2010.

Kato, M. (1985). A aprendizagem da leitura. São Paulo: Martins Fontes.

Kato, M. (1986). No mundo da escrita – uma perspectiva psicolingüística. São Paulo: Ática.

Kleiman, A. (1989). Texto e leitor – aspectos cognitivos da leitura. Campinas: Pontes.

De Souza, M. de L. (2002). Leitura: um desafio sempre atual. Revista PEC, Curitiba, v. 2, (n.1), 1-12, jul. 2001, jul.

Libâneo, J.C. (2000). Pedagogia e pedagogos, Para quê?. 3 ed. São Paulo: Cortez.

Portal do MEC. Dados do IDEB 2005, 2007 e 2009. Disponível em www.portalmec.gov.br. Acesso em 18 de maio, 2010.

Ministério da Educaçâo e do Desporto.Secretaria de Educação Fundamental. (1997). Parâmetros curriculares nacionais: língua portuguesa. V. 2 Brasília, DF.

Nogueira, Maria Alice Entrevista reflexiva: um olhar psicológico sobre a entrevista em pesquisa. (2006). Família e escola na contemporaneidade: os meandros de uma relação. Educação e Realidade, 31, (2) p. 155-169.

Hernández, R., Fernández, C. y Baptista, M., (2003). Metodologia de la Investigación.3ra ed. São Paulo: McGraW-Hill.

Secretaria de Educação do Estado do Ceará (2008). SPAECE – Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica. Disponível em: . Acesso em: 30 jan. 2010.

Szymanski, H. (2001).Entrevista reflexiva: Um olhar psicológico sobre a entrevista em pesquisa. Revista Psicologia da Educação, 10, (11), 193-215.

Tiba, I. (1996). Disciplina: Limite na Medida Certa. 72 ed. São Paulo: Gente.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


Dirección de Investigación. Universidad Autónoma de Asunción.
6to. Piso. Sede Central Jejui e/ O´Leary y 15 de Agosto. Asunción-Paraguay.
Tél: 595 21 495873. E-mail: informacion.cientifica@uaa.edu.py